8 de novembro de 2014

Uma Tarde de Verão..

Foto de Ben Swinnerton
Hoje início uma nova rubrica : Memórias de um tempo só nosso. 

Nesta rubrica, vão poder ler memorias minhas que me marcaram. São memórias de amor, são aqueles instantes fugazes, no entanto tão perfeitos que queremos que permaneçam em nós para sempre. 
Será uma viagem à inocência e ao início de um amor. 


A memória foge-me, leva-me para bem longe... Leva-me para uma tarde de verão, em que dois adolescentes apaixonados só queriam estar juntos. Ele atrevido, alegre, rebelde. Ela tímida, sonhadora, mas já nesse tempo distante sabia perfeitamente a quem pertencia o seu coração.
A memória leva-me a essa tarde perfeita, em que estendemos uma manta no terreno da vizinha e passámos a tarde a namorar à sombra das árvores de frutos, resguardados do mundo, no nosso próprio mundo, onde só existia, eu, tu e uma paixão imensa. Um amor que dura até hoje. Tens uma manta contigo amor ? Vamos  para a sombra daquela laranjeira ? 

⦁ Uma das músicas que tocavam na rádio neste tempo e que ainda hoje oiço - Aerosmith - I dont want to miss a thing

19 comentários:

  1. Respostas
    1. Também sinto o mesmo :) Que bom que gostaste Cláudia ;)

      Um beijinho grande e um bom fim de semana para ti*

      Eliminar
  2. r: Não sabia que eras de tão perto de mim :o eu estou super assustada, confesso. Apesar de dizerem que não se propaga por ingestão de água tenho algum receio. Principalmente porque dão as mesmas informações há imenso tempo e nunca mais descobrem a verdadeira fonte de transmissão. E depois de ouvir que o tempo de incubação é de 1 semana a 10 dias começo a questionar tudo o que fiz nas últimas semanas. Todo o cuidado é pouco neste momento...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sou daqui da zona sim e também estou bastante assustada... Pois todo o cuidado é pouco mesmo, ainda por cima com esse tempo de incubação, uma pessoa começa a pensar que pode estar doente já e ainda nem saber... é assustador mesmo...

      Eliminar
  3. Que memória linda! Adorei a ideia da rubrica e tenho a certeza que vou adorar tudo o que nela colocares *.*

    r: Aconselho mesmo a ler, está incrível. Como escrevi no texto, se calhar é um pouco redutor dizer que aquele livro é uma história de amor, mas tem nele uma das mais bonitas que já li. Muito obrigada :)

    Quando se está longe de quem amamos, os abraços fazem ainda mais falta. E quando voltam sabem ainda melhor. Eu é que agradeço pelas palavras, pelos elogios e por receberem sempre o que escrevo de coração aberto

    E uma das responsáveis por me ter lembrado de partilhar a receita e iniciar uma nova rubrica :) quando fizeres diz-me se gostaste.

    Ainda hoje adoro andar de baloiço. A sensação de liberdade é fantástica, além de que parece que voltamos atrás no tempo. Muito, muito obrigada!

    Exato, é algo simples, mas também romântico e faz toda a diferença. Fica tão giro e elegante.
    Adoro o penteado, está lindo *.*

    Fico sempre sem palavras, obrigada!

    Um ótimo fim-de-semana também para ti, minha querida.
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom que gostaste :) Esta rubrica não será de memórias muito extensas, essas eu vou partilhando com vocês, naqueles textos que nos saiem quase de '' rajada '' sabes.. :p Estas serão passagens breves, recordações que por vezes adoramos voltar a elas.

      r: Tenho mesmo que ler esse livro, fiquei tão curiosa :) De nada querida.

      Esse texto dos abraços, está maravilhoso Andreia ;)

      A sério ? que bom :) Combinado, quando fizer a receita, digo-te o resultado ehehehe

      Andar de baloiço é muito bom mesmo, mas concordo contigo, parece que voltámos à infãncia... Não tens que agradecer querida.

      Eu também acho, não tenho é jeitinho nenhum para fazer tranças a mim própria :( mas pronto :p

      Eu também gostei muito de me ver com aquele '' entrançado '', quem me dera conseguir fazê-lo em mim sozinha :p

      De nada, o texto está lindo e a foto do carrossel também :)

      Para ti também, Obrigada,
      Beijinhos *-*

      Eliminar
    2. E que bons que são esses textos *.* estarei cá para as ler

      Tenho para mim que vais gostar :)

      Oh, que querida, muito obrigada!

      A sério :D boa! Espero que gostes

      Se vir um baloiço é certo e sabido que vou andar :p adoro mesmo. Parece que recuamos no tempo, é tão bom.

      Só sei fazer a trança normal, a espinha de peixe e a metida, tudo para além disso há é demasiado complexo para mim ahahah

      Muito obrigada, de coração. A foto está mesmo linda *.*

      Beijinhos*

      Eliminar
    3. Obrigada ;)

      Também acho que sim :p

      De nada ;-) é sincero :)

      ;)

      É mesmo bom, sim.

      Pois, isso também já é muito complicado para mim e nem sabia que se chamavam assim, espinha de peixe e metida ehehehe

      De nada ;-)

      Beijinhos querida*

      Eliminar
    4. Quando leres diz-me o que achaste :)

      Adoro a trança espinha de peixe, fica mesmo bonita no cabelo *.*

      Eliminar
    5. Combinado :)

      Já fui pesquisar para ver como era ehehehe, é mesmo bonita ;-)

      Eliminar
    6. Na semana passada fiz essa trança pelo cabelo todo *.* é preciso ter um pouco mais de paciência, mas o resultado fica mesmo bonito

      Eliminar
    7. Pois fica :) mas eu sou uma totó, não consigo fazer a mim mesma eheheheheh

      Eliminar
  4. Linda memória, excelente banda sonora, bonito amor :)

    r: muito obrigada querida Cláudia, um excelente Domingo para ti e uma boa semana **

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada P' :)

      Beijinhos e uma boa semana para ti também ;-)

      Eliminar
  5. Adorei como escreves-te a memória, e gosto da música também. Beijinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, fico contente por teres gostado ;)

      Beijinho*

      Eliminar
  6. Que texto mais aconchegante..


    www.tarasemanias.pt

    ResponderEliminar

Obrigada pelo teu comentário ❤ Responderei aqui.

Memórias de um amor..

Saudade..

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner