12 de março de 2014

Saudade..

Estava um dia belíssimo.. acabei de acordar, apesar ser ainda Inverno, entra-me o sol pela janela, já cheira a flores.. mas acordo de coração apertado.. no meu coração, naquele momento, não está sol, ainda está um Inverno cerrado.. 

Lembro.me que estava a sonhar, mas não me lembro do sonho...
Lembro-me de estar nesse estado de dormência, entre o sono e o despertar e lembro-me perfeitamente que sorri, pensei em ti e que queria te abraçar e me aconchegar em ti...
Lembro-me que me virei na cama à tua procura, mas o que encontrei, foi espaço, muito espaço e senti o coração pequeno, muito pequeno, uma dor, aperto e despertei imediatamente para a realidade, não estás cá amor...

E eu sinto tanto a tua falta, a saudade que doí .. que aperta, que nos faz sentir pela metade..

Nenhum amor, ninguém que se ama, deveria estar separado.
Espero o que muitos outros amores, eventualmente também esperam.. que passam pelo mesmo..

Que a vida te traga de volta, às tuas raízes, ao teu país, à tua casa, ao teu quarto, aos meus braços..
E que se não for possível de assim ser, irei eu ter contigo ... e quando a sonhar ou não, me virar na cama para te abraçar que estejas lá amor...

Porque tu, amor, do meu coração nunca emigras, nem nunca és imigrante, aqui estás sempre em casa. 
O meu coração é teu .

Cabo da Roca, Julho de 2013


Aqui, os dois, nos deslumbrámos com a beleza da paisagem, que, como o poeta disse :
'' Cabo da Roca, onde a terra se acaba e o mar começa '' - Luís de Camões.

* Autoria da foto - Life, Love and Photograph

2 comentários:

  1. Adorei o texto... Digno de um livro de romance... :'( :) <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada querida ;) Ainda bem que gostaste. Beijinhos

      Eliminar

Obrigada pelo teu comentário ❤ Responderei aqui.

Memórias de um amor..

Saudade..

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner