28 de setembro de 2014

Somos Instantes..

Foto de Elena Shumilova




















Sempre gostei de voltar aonde fui feliz ... fisicamente, voltando a determinado lugar ou abrindo as gavetas da memória e viajando para esse espaço no tempo que me marcou pelos bons momentos vividos ou por algo que quero que permaneça em mim, que o tempo não apague.

Não falo de momentos menos bons, esses também fazem parte da vida e aprendemos com eles. Afinal é o que vivemos de bom e de menos bom, que nos torna e nos molda, ao que somos hoje.

Falo sim, de quando num dia mau, te recordas e te refugias, no ultimo abraço que deste ao amor da tua vida, ou quando não consegues adormecer e revês mentalmente os traços do seu rosto, aquele dia em que passeaste com ele, os beijos e o seu cheiro, sim, o cheiro retido na memória e que não esqueces..

Falo de quando vês uma criança na rua que te sorri e dás por ti instantaneamente a devolver o gesto e és levada para esse tempo já longe, onde corrias sem parar, onde para ti o mundo era um local a descobrir, cheio de coisas bonitas.. recordas-te do sol na face, de passar tardes a apanhar flores, dos cheiros do campo e sentes a mesma magia de outrora, a magia do mundo visto pelos olhos de uma criança, um mundo cheio de brincadeira, cheio de sonhos.

Falo de instantes, a vida é feita de instantes, de momentos, o que vivemos hoje será a memória do amanhã. Sei perfeitamente, como se algo me despertasse a alma, quando vivo algo de muito precioso, esse instante perfeito e tantas vezes tão fugaz. E quando acontece só o quero guardar em mim, na memória para nunca mais o perder e poder voltar a ele sempre que as forças me faltem. Para não o perder se tal fosse possível selava-o, lacrava-o,  fechava esse instante perfeito a sete chaves. Mas não é possível e assim ao longo da vida, vamos guardando em nós memórias, pessoas, lugares onde fomos, onde somos felizes.

Nós somos a soma imperfeita, nunca seremos perfeitos, do que vivemos, da criança que fomos, do carinho que nos dão, da educação, das brincadeiras, dos sorrisos, da alegria, da tristeza, do amor. Tudo isto leva-nos ao que somos hoje e continuamos a somar, experiências, recordações, é a vida que corre e que nos leva ao que seremos amanhã.

E se tudo isto se apagasse ? 
Se tudo o que vivemos, quem conhecemos, quem somos fosse sendo apagado ?
É arrepiante saber que pode acontecer, que existem doenças progressivas e degenerativas que mesmo deixando-nos vivos, podem levar toda a vida que há em nós, o que somos e o que vivemos irreversivelmente.. 

Tenho medo, não vou dizer que não.. Não sei o que o futuro nos reserva, ninguém sabe.. 
Mas sei o que não quero esquecer nunca e que tento guardar para sempre em mim ; 
A menina que fui, a jovem que se apaixonou por ti amor, até hoje.. Não me quero esquecer dos teus beijos, nem do teu toque em mim, nem dos teus abraços fortes que me abrigam.. Não quero esquecer que num Agosto, que quis ser ameno, me casei contigo, que estavas nervoso e eu trémula mas os dois felizes... Não quero esquecer o teu sorriso, nem o teu rosto.. Não quero esquecer quem sou e nem de quem tu és. 

A vida é feita de instantes e das suas memórias, vamos vivendo e recordando e espero que sempre assim o seja 

" O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis ". - Fernando Pessoa

19 comentários:

  1. É sempre bom voltar onde fomos felizes, recordar cada momento mesmo quando já estão tão distantes por continuarmos a caminhar em frente. A vida é mesmo feita de instantes e são aqueles que nos fazem bem que nos dão forma para seguir o nosso caminho.

    Beijinhos, minha querida*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo contigo, é bom voltarmos onde fomos felizes e o que vivemos, o nosso passado molda-nos ao que somos hoje e seremos amanhã. E são mesmo os instantes especiais que nos dão força para seguir em frente ;)

      Beijinhos para ti também *-*

      Eliminar
    2. Não é prendermo-nos ao passado, é simplesmente saber que há momentos que valem a pena serem recordados. Concordo contigo!

      Eliminar
    3. Exactamente, não é estarmos presos ao passado, mas existem momentos que valem mesmo a pena lembrar :)

      Eliminar
  2. r: Muito, muito obrigada, Cláudia *.* é mesmo gratificante ler isso! Por acaso já, mas acabei por nunca o fazer. Talvez o faça.
    Vou lá espreitar com todo o gosto :)

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De nada :) Eu inscrevi-me no olhares em 2011 e ajudou-me bastante, na medida que as dicas, comentários ajudam e muito a melhorar, comentários como : atenção ao enquadramento, a linha do horizonte está inclinada, etc, etc e lá fui aprendendo com as dicas de quem é Pro :P

      :-)

      Beijinhos querida :)

      Eliminar
    2. Isso é fantástico, estou mesmo tentada a experimentar :)

      Eliminar
  3. E há instantes que sabem tão bem recordar :)

    ResponderEliminar
  4. E que assustador é, pensarmos que um dia podemos acordar e não nos lembrar daquilo que nos permite viver... Mas é por isso que a vida é efémera, para aprendermos desde logo a não vermos nem tomarmos como garantida, a vivê-la como se fosse acabar amanhã. Temos de a aproveitar, ao máximo, a cada dia, cada instante, pois a verdade é mesmo essa: não sabemos quando realmente será a última oportunidade.

    r: obrigada minha querida, pelas tuas palavras e compreensão. Desejo-te uma excelente semana *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente é mesmo o que eu penso, a vida é mesmo efémera.. e sem dúvida que perdermos a memória do que somos é assustador. Concordo contigo, não devemos pensar que está tudo garantido.. porque nada está e devemos aproveitar ao máximo.

      De nada P' :) Uma boa semana para ti também ;)

      Beijinhos*

      Eliminar
  5. E por momentos ficamos nós apenas naquelas recordações, naquele mundinho


    Sónia
    www.tarasemanias.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E é tão voltarmos a esses momentos onde fomos felizes ou que nos marcaram :)

      Beijinhos Sónia*

      Eliminar
  6. Lindo pensamento :) Eu vivo muito de recordações, dos tais momentos instantes em que fomos feliz! O que seria de mim sem eles...

    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada :) Eu também gosto muito de voltar atrás no tempo e lembrar os momentos especiais que me marcaram ;)

      Beijinhos para ti também *

      Eliminar

Obrigada pelo teu comentário ❤ Responderei aqui.

Memórias de um amor..

Saudade..

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner